Como funciona a consulta de tricologia?

Você já teve curiosidade em saber como funciona a consulta de tricologia?

Visitar o médico para investigar sobre queda de cabelo ou sobre pouco crescimento não é algo muito comum.

Quem chega até meu consultório, geralmente, já tentou usar outros métodos para devolver a saúde aos cabelos. Mas, sem obter sucesso.

Se este também é o seu caso e você não faz ideia de como funciona a consulta de tricologia, continue até o final deste artigo. Vou contar um pouco sobre o que observamos durante a consulta e como o paciente deve se preparar.

Etapas do tratamento

A consulta de tricologia é bem diferente das consultas médicas em geral. Meus pacientes dizem achar divertido, inclusive.

Existem três etapas de qualquer tratamento realizado para os cabelos: investigação e diagnóstico, restauração e manutenção.

A primeira etapa tem a ver com os exames que o paciente faz, aliado à observação do cabelo. É aí que a próxima etapa é definida: a restauração. Essa segunda etapa é a mais demorada. Dura cerca de 6 meses.

A terceira etapa é a mais fácil de todas. Com diagnóstico e tratamento corretos, os resultados são ótimos e basta seguir a manutenção recomendada para que durem muito mais tempo.

O que você deve saber antes da consulta

Antes de consultar, existem algumas recomendações básicas para que o médico verifique a saúde dos fios e do couro cabeludo. O primeiro deles é não lavar o cabelo no dia da consulta. Para identificar problemas como dermatite seborreica ou psoríase capilar, é preciso que os fios estejam sujos.

Além disso, o cabelo deve estar livre de produtos como gel ou laquê. Esses produtos atrapalham a visualização da estrutura dos fios.

Leve por escrito todos os medicamentos que você usa, os tratamentos que já fez em seu cabelo e se você conta com alergias a algumas fórmulas.

Também é solicitado um exame de sangue. A partir dele é que o médico verifica como estão os níveis de hormônios, vitaminas e minerais. Você deve levar esses exames prontos para o dia da consulta.

Todas essas informações são importantes para que a saúde do seu cabelo seja examinada com cuidado e o melhor tratamento seja prescrito.

Leia também: Quais as principais causas da queda de cabelo?

Procedimentos durante a consulta

Após realizar os exames, chega o dia da consulta e alguns procedimentos são realizados diretamente no consultório. Além de avaliar os seus exames, o médico precisa fazer exames físicos em seu cabelo.

O cabelo é avaliado em sua forma exterior a partir de microscópio, onde o paciente pode ver os seus fios aumentados em muitas vezes. Assim, é possível identificar os fios mais velhos, os efeitos de doenças autoimunes e inflamações no couro cabeludo. Este é um dos procedimentos que os pacientes mais gostam.

De acordo com o diagnóstico do seu caso, o médico pode prescrever a suplementação exclusiva para melhorar a saúde e o aspecto dos fios. Algumas dessas vitaminas também podem ser aplicadas direto no couro cabeludo, sempre conforme a necessidade do seu organismo.

Em seguida, o cabelo é fotografado para fins de acompanhamento. No cotidiano, quase não reparamos no quanto os cabelos crescem. Mas, conforme o tratamento segue, é fundamental registrar como estava no início para traçar uma comparação ao final do tratamento.

Depois de seis meses, o paciente deve retornar ao consultório para repetir seus exames e descobrir a eficácia desse tratamento. Nenhum tratamento é definitivo: todos envolvem a manutenção.

Manter os cabelos saudáveis após tratar não é difícil, mas, deve fazer parte da sua rotina diária. Lembre-se que problemas com os cabelos podem indicar outros problemas de saúde. Neste caso, o especialista em tricologia encaminha a outros especialistas.

Eu espero que este artigo ajude você a entender como funciona uma consulta de tricologia.

Para saber mais, assista ao vídeo abaixo e aproveite para se inscrever em meu canal do YouTube.

Dr. Lucas Fustinoni

Ajuda pacientes em consultório a recuperarem a autoestima e a confiança de que podem, sim, ter a barba e os cabelos que desejarem com um tratamento seguro, adequado e eficiente.

Calvície: será que não tem solução?

Fechar Menu