Queda de cabelo em mulheres: principais causas

A queda de cabelo em mulheres acontece por razões bastante diferentes do que nos homens. Afinal, são formas diferentes de cuidar dos cabelos, fazendo que razões diferentes levem à queda.

Quero lembrar que a perda de cabelo é normal. Todos os dias, o ser humano perde entre 100 e 150 fios de cabelo. Nas mulheres, essa perda pode ser mais evidente devido ao comprimento maior que costumam usar.

Não é lavar ou pentear os cabelos que faz a queda acontecer. Normalmente, os fios perdidos nesses momentos já estavam em fase de cair, apenas receberam o impulso. Já falei sobre o assunto neste artigo.

Ao notar que os cabelos caem mais que a quantidade que você está acostumada a ver, é preciso consultar um médico. Somente ele é capaz de identificar se existe alguma doença por trás da queda de cabelo e até prescrever um tratamento.

Vou listar abaixo os principais fatores que fazem acontecer a queda de cabelo em mulheres.

Estresse

Um dos fatores de queda de cabelo mais comuns é o estresse. Uma pessoa nessa situação normalmente conta com o couro cabeludo mais oleoso, condição ideal para o desenvolvimento da caspa.

Além disso, o sangue circula menos na região, dificultando a permanência dos fios no couro cabeludo.

Causas hormonais

Assim como em homens, algumas vezes a queda de cabelo em mulheres tem raízes hormonais. Você pode desconfiar que esse seja o problema quando a queda de cabelo for acentuada no topo da cabeça bem na frente, tal como em homens.

Entre os problemas mais comuns, tanto o hipotireoidismo quanto o hipertireoidismo trazem alterações hormonais que resultam na queda de cabelo. Portanto, monitore a saúde da sua tireoide.

Falta de ferro

A falta de ferro pode ser resultado de uma alimentação que não é balanceada. Mas, as mulheres contam com o agravante das fases de menstruação e gravidez.

Durante o ciclo menstrual, a perda de sangue faz que os níveis de ferro do organismo fiquem baixos.

Enquanto isso, durante a gravidez, o organismo prioriza o envio do ferro para o feto em formação. Não é por acaso que a suplementação do ferro é tão recomendada nessa fase.

Durante esses períodos, portanto, a queda de cabelo em mulheres pode ser acentuada.

Produtos químicos

Alisamentos com formol, escova, coloração e outros produtos podem deixar o cabelo ainda mais quebradiço, impulsionando a queda de cabelo. Nesses casos, o cabelo cai principalmente na parte superior da cabeça.

Alguns penteados

Mulheres que gostam de prender o cabelo no alto acabam tracionando os fios da frente da cabeça, os quais acabam se desprendendo do couro capilar. Outro penteado que não deve ser feito com frequência são as tranças, já que tracionam muito os fios.

Algumas doenças

Existem doenças relacionadas à queda de cabelo, de forma direta ou indireta. Entre as principais, posso citar:

  • Micose;
  • Lúpus;
  • Sífilis;
  • Alopécia areata (queda de cabelo focal).

Como tratar?

O tratamento varia de acordo com a causa, sempre devidamente diagnosticada pelo seu médico de confiança. O cabelo saudável cresce entre 1 e 1,5 centímetro por mês. Imagine, então, o quanto demora para voltar a crescer um cabelo debilitado.

Nos casos menos graves, o cabelo demora cerca de um mês para retomar o seu ritmo de crescimento.

É preciso paciência. Durante o tratamento, minha dica é que você dê um tempo da tintura, da chapinha e de outros processos que agridem o cabelo.

Assim, você garante o sucesso da cura de queda de cabelo em mulheres.

Até a próxima!

Dr. Lucas Fustinoni

Dr. Lucas Fustinoni

Ajuda pacientes em consultório a recuperarem a autoestima e a confiança de que podem, sim, ter a barba e os cabelos que desejarem com um tratamento seguro, adequado e eficiente.

Calvície: será que não tem solução?

Fechar Menu