Queda de cabelo na amamentação: entenda as causas

A queda de cabelo na amamentação é uma das maiores reclamações das mulheres que acabaram de ter seus filhos. Principalmente quando, durante a gestação, os cabelos ficaram ainda mais brilhantes com as alterações hormonais.

No entanto, após o parto, a tendência é que os níveis hormonais decaiam e todos os nutrientes sejam absorvidos pelo leite materno. Ao mesmo tempo, os tipos de tratamento são bem mais limitados para não prejudicar o bebê.

Por isso, a mamãe precisa ter paciência com o decorrer do tratamento. Investigar as causas da queda de cabelo na amamentação e tratar o incômodo é necessário mesmo assim.

Continue até o final para saber mais sobre a queda de cabelo na amamentação.

Por que o cabelo cai?

Desde a gestação, a maior parte dos nutrientes ingeridos pela mãe é absorvida pelo bebê. Durante a amamentação, a mãe ainda precisa lidar com a queda dos hormônios progesterona e estrogênio devido ao pós-parto.

Durante a gravidez, esses hormônios estão em alta, proporcionando beleza aos fios. A queda repentina após o nascimento do bebê prejudica a estrutura dos fios. É importante que você entenda que toda alteração hormonal impacta direto no cabelo.

Unido à perda de sangue do parto – seja normal ou cesárea -, o organismo fica muito debilitado. Com todos os nutrientes direcionados ao leite materno, o cabelo é o último lugar a receber vitaminas e minerais.

Além disso, a mulher pode ser vítima do eflúvio telógeno até seis meses após o parto. Isso porque a queda hormonal pode ser gatilho para os cabelos desprenderem-se da raiz. A queda de cabelo é identificada principalmente na hora de escovar os fios ou durante o banho.

Leia também: Como funciona a consulta de tricologia?

Como tratar essa queda?

É comum ouvir de mulheres que, após ter queda de cabelo na amamentação, nunca mais conseguiram manter a saúde dos cabelos. Por isso, tratar a queda de cabelo durante essa fase é muito importante.

A mulher precisa consultar um tricologista para medir seus níveis de hormônios e nutrientes, a fim de estudar a reposição de algumas vitaminas e minerais.

Os resultados costumam ser lentos, mas consistentes. O que não vale a pena é comprar vitaminas direcionadas a lactantes. Por não contarem com dosagem personalizada, dificilmente resolvem a queda de cabelo na amamentação.

Eu espero que este artigo ajude você a compreender por que as lactantes perdem cabelo e a importância de buscar tratamento profissional. Se você quer saber tudo sobre calvície, convido a baixar meu e-book gratuito: Calvície: será que tem solução?

Para saber mais sobre a queda de cabelo na amamentação, assista ao vídeo abaixo e aproveite para se inscrever em meu canal do YouTube.

Dr. Lucas Fustinoni

Ajuda pacientes em consultório a recuperarem a autoestima e a confiança de que podem, sim, ter a barba e os cabelos que desejarem com um tratamento seguro, adequado e eficiente.

Calvície: será que não tem solução?

Fechar Menu