Queda de cabelo ou alopécia: qual é a diferença?

Você sabe diferenciar o que é queda de cabelo ou alopécia?

Recebo em meu consultório diversos pacientes que temem estar com calvície ao ver os cabelos caindo em excesso.

Este artigo foi escrito para esclarecer de forma simplificada em que consiste cada uma dessas condições e quais as diferenças.

Fique até o final para entender o que é queda de cabelo ou alopécia.

O que gera a alopécia?

A origem da palavra alopécia já é bastante interessante. Pode ser escrita com ou sem acento no português. Sua raiz é grega, vindo de “alopex”, de significado “a queda do pelo do rabo da raposa”.

Apesar de ser bastante curioso, isso diz muito sobre o que caracteriza a alopecia. No tempo de Hipócrates – o pai da medicina – , a comunidade científica observou que a raposa trocava de pelagem durante uma época do ano. Em referência a essa queda, a alopécia foi assim chamada.

Lembrando que a alopécia pode ser de diferentes tipos: androgenética, areata, autoimune, seborreica, cicatricial, mecânica e traumática. Cada uma delas é ocasionada por um fator diferente.

A calvície, por exemplo, tem tudo a ver com o Di-Hidrotestosterona. Um hormônio derivado da testosterona que, quando está muito alto, apega-se aos fios, tornando-os mais finos e quebradiços. Seu nome médico é alopécia androgenética.

Outros tipos de alopécia podem envolver desde traumas na região do couro cabeludo, sequelas causadas por quimio e radioterapia e até ao intenso uso de tratamentos químicos agressivos aos cabelos.

Leia também: O que gera a calvície? Entenda para saber tratar.

Como acontece a queda de cabelo?

A alopécia sempre envolve a queda de cabelo. No entanto, nem sempre a queda de cabelo é alopécia.

Quando a queda de cabelo é comum, ela não está relacionada a nenhuma condição patológica. A alopécia pede que uma doença seja tratada para que os cabelos voltem a crescer, o que pode demorar.

A queda de cabelo costuma aparecer diante de situações pontuais. Períodos pontuais de estresse, o pós-parto, a falta de vitaminas ou um desequilíbrio hormonal estão entre as causas da queda de cabelo.

Por isso, se você nota que os seus cabelos estão caindo a mais que o comum, precisa consultar seu médico. Você pode não estar doente, mas a carência de vitaminas, minerais e a modulação hormonal errada podem prejudicar a sua saúde.

Nos casos de queda de cabelo, ao reequilibrar o organismo, rapidamente os fios voltam a crescer grossos e com aspecto saudável. Diferente da alopécia, que pede tratamento mais complexo.

Eu espero que este artigo ajude você a diferenciar o que é queda de cabelo ou alopécia.

Para saber mais, assista ao vídeo abaixo e aproveite para se inscrever em meu canal do YouTube.

No entanto, você precisa entender que nem alopécia nem queda de cabelo são para sempre. Por isso, elaborei um e-book onde explico com mais profundidade o assunto.

Acesse agora gratuitamente: Calvície: será que tem solução?

Até a próxima!

Dr. Lucas Fustinoni

Ajuda pacientes em consultório a recuperarem a autoestima e a confiança de que podem, sim, ter a barba e os cabelos que desejarem com um tratamento seguro, adequado e eficiente.

Calvície: será que não tem solução?

Fechar Menu